Universa

Obesidade infantil 'se define antes dos cinco anos', diz estudo

17/12/2008 09h37

A obesidade infantil pode estar determinada antes dos cinco anos de idade, de acordo com um estudo britânico publicado na revista Pediatrics, que acompanhou 233 crianças do nascimento à puberdade na Grã-Bretanha.

Em comparação com as crianças nos anos 80, as de hoje são mais gordas e a maior parte do excesso de peso é adquirida antes de elas completarem cinco anos de idade, de acordo com os cientistas.

Os autores do estudo acreditam que a dieta das crianças seria uma principias causas e sugerem que a prevenção à obesidade comece antes de as crianças entrarem na escola.

Uma em cada quatro crianças de até cinco anos é obesa na Inglaterra, segundos os últimos dados.

Doença de nosso tempo
Segundo o estudo, o peso das crianças ao nascer permanece semelhante aos níveis de 25 anos atrás, mas elas se tornam mais gordas até a puberdade, em comparação com as crianças da mesma idade nos anos 80.

O peso aos cinco anos de idade, segundo os autores, é um bom indicativopara se prever o peso das crianças aos nove anos de idade.

Antes de uma menina obesa entrar para a escola, ela já terá adquirido cerca de 90% de seu excesso de peso. Para os meninos, este número é de 70%.

O chefe da pesquisa, Professor Terry Wilkin, da Peninsula Medical School, em Plymouth, disse que "quando elas chegam aos cinco anos, sua dieta parece já estar estabelecida, pelo menos até chegarem à puberdade". "O que está causando isso é muito difícil saber."

Segundo Wilkin, há um fator hoje que não existia há 25 anos e está tornando as crianças obesas. E, dado à jovem idade, isso provavelmente ocorre nas casas das crianças, e não no ambiente escolar, e está mais ligada à criação do que à escolaridade.

Dieta
Mais do que a falta de exercícios, ele acredita que a dieta pode ser responsável pelo excesso de peso. "É inteiramente possível que a densidade calórica dos alimentos e os tamanhos das porções podem ser maiores."

Segundo o especialista, as estratégias para evitar a obesidade infantil e os problemas de saúde que ela acarreta, como a diabete, podem ter melhor resultado se aplicadas em crianças de idade pré-escolar.

Segundo o Professor Wilkin, as estratégias se concentram muito nas refeições escolares, exercícios e sedentarismo em frente à TV e jogos eletrônicos, mas todas essas são questões que afetam as crianças em idade escolar.

Mas ele afirma que a recente decisão do governo de ordenar a medição do peso e altura de todas as crianças ao entrar na escola é uma boa medida, não apenas como registro das tendências, mas para apontar futuros riscos de cada criança.

Especialistas avaliam os níveis de obesidade na Grã-Bretanha como "uma crise prestes a ocorrer", mas também afirmam que nunca é tarde, já que a obsidade é um dos poucos problemas de saúde sérios que podem ser revertidos rapidamente.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo