Universa

Catadora de papel vira modelo internacional na Argentina

BBC
A modelo Daniella Cott, que era catadora de papel na Argentina Imagem: BBC

24/04/2008 11h20

Uma catadora de papel de 15 anos venceu o concurso de modelos da agência Elite Model, de Buenos Aires, e vai representar a Argentina na competição internacional.

Daniela Cott era parte do verdadeiro exército de argentinos empobrecidos, chamados de "cartoneros", que todas as noites percorrem Buenos Aires procurando papelão, papel e latas, que vendem para reciclagem.

Daniela fazia este trabalho com sua família até que um caçador de talentos a viu catando lixo e fez uma proposta para transformá-la em modelo.

"Eu ia pegar papelão com minha mãe e minha avó. Não gostava de fazer isso, mas tinha que fazer para ajudar minha família", disse a modelo à BBC.

"No começo, quando me fizeram a proposta para ser modelo, não acreditei numa palavra sequer. Mas, no fim, me convenceram a tentar", acrescentou.

Em pouco tempo, a adolescente deixou as ruas e começou a trabalhar nas passarelas para se transformar na que muitos consideram a primeira modelo "cartonera" da Argentina.

Cuidado com as mãos
Daniela Cott já apareceu em vários programas de televisão e revistas da Argentina e da Espanha. Ela garante que seus dias procurando papelão no lixo de Buenos Aires ficaram no passado.

"Adoro participar de sessões de fotos, mas o que mais gosto é desfilar com vestidos bonitos. Não trocaria isso por nada", afirmou. "Minha mãe acreditava que eu tinha potencial e me apoiou desde o início. Quando ganhei o concurso, foi o melhor momento da minha vida, vou lembrar para sempre."

"Agora a agência está me ajudando a fazer o que antes não podia: cuidar do meu corpo, meu rosto e de minhas mãos", acrescentou.

Fotogênica
A agência Elite Model, que representa Daniela, afirma que a adolescente tem um grande futuro nas passarelas internacionais.

"Para começar, ela é muito fotogênica e isto, hoje em dia, é o mais importante no mundo da moda", disse à BBC Salvador Jaef, diretor da Elite Model da Argentina.

"Além do mais, muitas vezes damos preferência por estas jovens que saem de famílias mais humildes, pois têm mais vontade de vencer e mais estabilidade emocional do que as meninas bonitas de classe alta", acrescentou.

Daniela, por sua vez, afirma que o que mais gosta são as viagens.
"Sempre viajo com alguém da minha família, pois não gosto de dormir sozinha", afirma a modelo.

Veja aqui* a reportagem.

*É necessário desativar o bloqueador de pop-ups

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo