Universa

Starbucks terá que pagar US$ 100 mi em gorjetas

21/03/2008 11h23

A cadeia americana de cafés Starbucks foi condenada na quinta-feira a pagar mais de US$ 100 milhões em gorjetas para os baristas, funcionários que preparam e servem os cafés, que foram pagas aos supervisores das lojas no Estado da Califórnia.

De acordo com a lei da Califórnia, gorjetas recolhidas comunalmente, em um copo, por exemplo, devem ser divididas entre os funcionários, desde que eles não incluam supervisores, gerentes, ou outros "agentes" da companhia.

A empresa tinha a prática de dividir as gorjetas entre os baristas e supervisores, o que é contra a lei no Estado.

Num comunicado, a Starbucks afirmou que vai apelar da decisão, afirmando que ela é "fundamentalmente injusta e vai além de todo o senso comum e da razão". A empresa ainda alega que o lado dos supervisores - que também preparam e servem os cafés, além de supervisionar os colegas - não foi levado em consideração na ação judicial.

A ação foi aberta pela estudante Jou Chou, que trabalhou em lojas da cadeia na Califórnia entre 2003 e 2004, e depois foi transformada em uma ação de classe, representando cerca de 120 mil baristas que trabalharam e ainda trabalham para a Starbucks no Estado.

A juíza da Corte Superior de San Diego, Patrícia Cowett, determinou que os baristas têm direito a receber US$ 86 milhões - equivalentes à gorjeta de US$1,71 por hora paga aos supervisores ao longo de 50,7 milhões de horas, de acordo com o jornal Seattle Post-Intelligencer - corrigidos para valores atuais, o que os advogados calculam que pode chegar a US$ 106 milhões.

A juíza também determinou que, no futuro, a Starbucks não poderá mais incluir os supervisores na divisão das gorjetas.

A Corte Superior deve determinar, em maio, de que forma este dinheiro vai ser distribuído.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo