menu
Topo

Direitos da mulher


Pela primeira vez na história, Miss Universo terá júri só de mulheres

Getty Images
Cena do concurso Miss Universo de 2017, em Las Vegas Imagem: Getty Images

Da ANSA, em Nova York

13/12/2018 17h37

Pela primeira vez na história, o júri da 67ª edição do Miss Universo, que ocorrerá no próximo dia 16 de dezembro em Bangkok, na Tailândia, será exclusivamente feminino, informaram os organizadores do concurso de beleza.

De acordo com o site "ABC News", o júri será composto por empresárias e especialistas do setor. Entre as participantes que vão eleger a próxima Miss Universo, está a modelo tailandesa Bui Simon, vencedora do título em 1988 e atualmente embaixadora da Boa Vontade da ONU.   

Veja também

Além disso, a competição também seguirá o exemplo do Miss América, que cancelou a disputa de fantasias.

"Este novo formato permitirá que o nosso comitê julgador realmente conheça cada uma das participantes. Cada membro é uma mulher motivadora que reflete nosso compromisso de melhorar as oportunidades das detentoras do título a nível pessoal e profissional durante todo o ano, além de ser um modelo para essas jovens mulheres que serão as líderes do futuro", explicou a presidente da competição, Paula M. Shugart.

Neste ano, o Brasil será representado pela jornalista Mayra Dias, enquanto a Itália pela modelo e atriz Carlotta Maggiorana.   

Ao todo, são esperadas candidatas de mais de 90 países para a disputa.