menu
Topo

Violência contra a mulher


Ator argentino Juan Darthés é acusado de estupro

Reprodução/Twitter/darthesjuan1
Juan Darthés Imagem: Reprodução/Twitter/darthesjuan1

Da ANSA, em São Paulo

13/12/2018 13h52

A atriz argentina Thelma Fardín revelou nesta terça-feira (11) ter sido estuprada pelo ator Juan Darthés quando tinha 16 anos. Eles faziam parte da novela infantil "Patito Feo", de 2007, e o caso tem repercutido no país, levantando a discussão sobre violência de gênero.

O abuso teria acontecido em 2009, quando os atores participavam de uma turnê pela América Latina com o espetáculo teatral baseado na novela.

"Durante nove anos anulei tudo o que aconteceu para poder seguir adiante", contou Thelma em um vídeo transmitido pelo coletivo Atrizes Argentinas, criado neste ano para emprestar as vozes de grandes figuras artísticas a questões das mulheres.   

"Eu estava em turnê com um programa infantil de muito sucesso, tinha 16 anos e era uma criança", continuou, entre lágrimas. "O único adulto tinha 45 anos. Uma noite começou a beijar meu pescoço, e eu pedi que parasse. Então ele agarrou minha mão e disse: 'Veja como você me deixa'".

A atriz relatou que Darthés a teria jogado na cama, forçado sexo oral e a penetrado. Nesse momento, alguém bateu na porta do quarto do hotel e ela conseguiu fugir.   

O depoimento veio à tona em um encontro organizado pelo Atrizes Argentinas, e foi apelidado de "MeToo argentino", em alusão às denúncias contra o produtor americano Harvey Weinstein.

Não é a primeira vez que Darthés é acusado de abuso sexual: em 2017, as atrizes Calu Rivero, Anita Coacci e Natalia Juncos apresentaram denúncias contra o ator.   

Juan Darthés, nascido no Brasil, se declarou inocente pelo Twitter. "Não é verdade o que se diz, por Deus! É uma loucura, nunca aconteceu. Por favor, esperemos pelos tempos da justiça", escreveu.

Já o presidente da Argentina, Mauricio Macri, também usou a rede social para se posicionar. "Em respeito à denúncia de Thelma Fardín contra Juan Darthés, resolvemos levantar nas redes um espaço contra a violência de gênero", disse o mandatário. 


A acusação da atriz gerou revolta na opinião pública e, em especial, na comunidade artística. A Associação Argentina de Atores publicou nesta quarta-feira (12), no Facebook, uma nota na qual comunica a suspensão da afiliação de Darthés.