menu
Topo

Diversidade

"Sexualidade é ponto mais belo da criação", diz Papa

Riccardo De Luca/AP
Papa Francisco acena durante audiência na praça de São Pedro Imagem: Riccardo De Luca/AP

Da ANSA, no Vaticano

18/09/2018 14h58

O papa Francisco afirmou a jovens da diocese francesa de Grenoble-Vienne que a sexualidade é "o ponto mais belo da criação", mas defendeu que ela nunca seja dissociada do amor.   

O encontro ocorreu na última segunda-feira (17), no Vaticano. "A sexualidade, o sexo, é um dom de Deus. Nada de tabu. É um dom de Deus, um dom que o Senhor nos dá, e tem dois objetivos: amar e gerar vida. É uma paixão, é o amor apaixonado. O amor entre um homem e uma mulher, quando apaixonado, te leva a dar a vida para sempre", disse o líder da Igreja Católica.   

Veja também

Uma reflexão parecida já havia sido feita pelo Pontífice na exortação apostólica "Amoris Laetitia" ("Alegria do Amor"), na qual ele afirma que "o próprio Deus criou a sexualidade" e que a "dimensão erótica do amor" não deve ser vista como um "peso".   

"É interessante como a sexualidade seja o ponto mais belo da criação, no sentido de que o homem e a mulher foram criados à imagem e à semelhança de Deus, e ao mesmo tempo a sexualidade é a mais atacada pela mundanidade, pelo espírito do mal", declarou o Papa aos jovens franceses.   

Segundo Francisco, "ganha-se muito dinheiro com a indústria da pornografia", que é uma "degeneração em relação ao nível onde Deus a colocou [a sexualidade]". "Protejam sua dimensão sexual, sua identidade sexual, e preparem-na para o amor, para inseri-la naquele amor que os acompanhará por toda a vida", disse. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!