menu
Topo

Transforma

Mulheres protagonizam um mundo em evolução

Mulher salva no mar é ironizada na Itália por usar esmalte

Juan Medina / REUTERS
Equipe da ONG Proactiva Open Arms carrega Josefa, a mulher resgatada na última terça-feira, após naufrágio no mar Mediterrâneo Imagem: Juan Medina / REUTERS

da ANSA, em Roma

24/07/2018 09h16

Após ter passado 48 horas à deriva no Mar Mediterrâneo ao lado dos corpos de uma mulher e um menino, a camaronesa Josefa está sendo alvo da ironia de alguns italianos porque apareceu com esmalte nas unhas em uma foto.

Josefa foi resgatada pela ONG espanhola ProActiva Open Arms, depois de o barco que ela ocupava com mais de 150 pessoas ter naufragado. Durante dois dias, a camaronesa se segurou nos destroços da embarcação para não afundar, enquanto uma mulher e uma criança jaziam a seu lado.

Veja também

"Josefa escapa da guerra, mas pintou as unhas. Além disso, as mãos não estão enrugadas, aspecto típico das mãos que ficam na água por horas. Me desculpem, mas eu não acredito", escreveu uma usuária no Twitter. Outros fizeram coro e disseram que a camaronesa é uma "atriz" e que não houve nenhum naufrágio.

"Ela refez as unhas entre um naufrágio e outro", ironizou mais um usuário do Twitter. Annalisa Camilli, jornalista da revista "Internazionale" que estava a bordo do navio que socorreu Josefa, rebateu as "fake news" dizendo que foram os próprios voluntários da ProActiva que pintaram as unhas da camaronesa, durante os quatro dias de navegação até a Espanha.

"Colocaram o esmalte para distraí-la e para fazê-la falar. Ela não tinha esmalte quando foi socorrida, é preciso mesmo dizer isso?", declarou. Na foto do resgate, é possível ver claramente que Josefa não estava com as unhas pintadas.

A mulher já desembarcou na Espanha, onde ganhará o status de refugiada. Ela e a ProActiva denunciaram a Guarda Costeira da Líbia por omissão de socorro. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Transforma