Topo

Violência contra a mulher

Weinstein paga fiança para responder a processo em liberdade

Eduardo Munoz Alvarez/AFP
Harvey Weinstein chega à corte dos EUA para se declarar inocente da acusação de estupro Imagem: Eduardo Munoz Alvarez/AFP

da ANSA, em Nova York

10/07/2018 09h00

O ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein, denunciado formalmente por violência sexual contra três mulheres, pagou uma fiança nesta segunda-feira (9) para responder a um dos processos em liberdade.

Weinstein compareceu a um tribunal de Nova York e se declarou inocente das acusações de estupro contra uma mulher que diz ter sido forçada a fazer sexo oral, em 2006. 

Veja também

O caso motivou uma denúncia contra ele por ato sexual criminoso e ataque sexual predatório - este último crime prevê penas de 10 anos de cadeia à prisão perpétua.

"Lutamos essas batalhas uma de cada vez, e hoje vencemos essa rodada", declarou o advogado de defesa Ben Brafman, após sair do tribunal.

Antes disso, Weinstein já havia se declarado inocente de acusações de estupro contra outras duas mulheres, sendo uma delas a ex-atriz Lucia Evans.

A terceira vítima não foi identificada, mas sua advogada, Gloria Allred, disse que ela testemunhará no tribunal se o caso for a julgamento.

Ex-chefão da produtora Miramax, Weinstein é acusado de abuso ou assédio sexual por mais de 70 mulheres e viu seu império em Hollywood desmoronar.

As denúncias contra ele motivaram a criação do movimento "Me Too" ("Eu também"), que incentiva mulheres vítimas de abusos a relatarem suas histórias.

O ex-produtor alega que nunca fez sexo "sem consentimento".

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!