menu
Topo

Universa

Argentino cria clube para homens abandonados por mulheres

Caio Borges/UOL
Clube de homens abandonados Imagem: Caio Borges/UOL

14/02/2018 12h28

Aproveitando o Valentine's Day, membros do clube argentino "Homens Abandonados por uma Mulher'' irão se encontrar nesta quarta-feira (14), em Buenos Aires, para compartilharem o sofrimento e a ''dor do amor''. O músico argentino Roberto Lázaro criou o clube em 2012, depois de ter sido deixado por sua mulher.

Tradicionalmente, no Valentine's Day (Dia dos Namorados celebrado nos EUA, Europa e Ásia), os homens se encontram na casa de Lázaro, conversam e trocam experiências sobre o abandono. O encontro deste ano está previsto para ocorrer no Parque Lezama, em San Telmo, no centro histórico de Buenos Aires. O evento terá um piquenique, onde todos levam algo para comer e beber, compartilham as suas experiências com os outros e também jogam partidas de futebol.   

Roberto Lázaro é autor do livro que deu nome ao grupo, no qual conta sobre o abandono que sofreu. ''Não é um espaço para lutar contra as mulheres - na verdade, é a ideia de falar sobre o homem sensível e o que acontece com cada um'', explicou. '' A mulher é a nossa inspiração''.   

Lázaro viajou pela América Latina entrevistando homens abandonados para saber quais são os comportamentos padrões.   

Entre os países visitados, estão Chile, Paraguai e Uruguai. Ele conseguiu definir os homens de cada país com apenas uma palavra. "O chileno eu defino como envergonhado. O paraguaio, o negador. O uruguaio, o machucado, e o argentino é o resiliente", concluiu. Quando as conversas coletivas não são suficientes para o consolo, na maioria das vezes é recomendado que o membro do grupo busque ajuda de um profissional. Alguns conseguiram dar continuidade em suas vidas, uns encontraram um novo amor, enquanto outros seguem com o sofrimento. 

Mais Universa