menu
Topo

Universa

Igreja Anglicana nomeia primeira mulher como bispa de Londres

Getty Images
Sarah Mullally, bispa de Londres Imagem: Getty Images

da ANSA, de Londres

19/12/2017 09h49

Pela primeira vez na história, a Igreja Anglicana nomeou uma mulher para ocupar um dos mais altos cargos da hierarquia da instituição. Sarah Mullally, uma ex-enfermeira de 55 anos, foi nomeada bispa de Londres na noite desta segunda-feira (18).

Veja também

Mullally já atuava como bispa de Crediton, em Devon, mas assumir o cargo na diocese localizada na Catedral de St. Paul a coloca na terceira posição entre os maiores líderes da Igreja. Ela agora só fica atrás do arcebispo de Canterbury, que é considerado o governador supremo da religião, e do arcebispo de York.

A britânica substitui Richard Chartres, que deixou o posto por conta da idade avançada, e tornou-se a 133ª pessoa a dirigir a diocese. O nome de Mullally também recebeu a aprovação da rainha Elizabeth II, que é considerada a chefe da confissão anglicana.

Apesar do avanço, a nomeação de uma mulher para o posto não foi bem aceita por alas mais conservadoras dos anglicanos, mas Mullally afirmou que vai respeitar "aqueles que não aceitam o meu ministério episcopal porque sou uma mulher".

A Igreja Anglicana autorizou, não sem divisões internas, a ordenação de bispas mulheres em 2014 e nomeou a primeira delas em 2015, quando Libby Lane foi indicada para guiar a diocese de Stockport.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa