menu
Topo

Carreira e finanças


Carreira e finanças

Disparidade entre sexos persiste no mundo do trabalho em 2018, diz OIT

iStock Images
Imagem: iStock Images

13/02/2019 13h26

Em seu relatório anual sobre "o emprego e as questões sociais no mundo", a Organização Internacional do Trabalho (OIT), vinculada às Nações Unidas, destaca a persistência da diferença entre homens e mulheres, em particular nos países árabes, na África do Sul e na região sul da Ásia.

Em geral, a diferença entre a taxa de atividade de homens (75%) e mulheres (48%) não caiu.

"Após um período de rápida melhora que durou até 2003, o progresso para reduzir as desigualdades de participação entre homens e mulheres registram desaceleração", afirma a OIT.

Quadro geral

Em 2018 o planeta tinha 172 milhões de desempregados, uma taxa de 5% (contra 5,1% em 2017), um nível similar ao de 2008.

A taxa de desemprego deve permanecer estável a 4,9% em 2019 e 2020 caso a economia mundial consiga evitar uma grande recessão, destaca a OIT.

A diretora geral da organização, Deborah Greefield, disse que a tendência pode ser interrompida com "deterioração das perspectivas econômicas".