menu
Topo

Violência contra a mulher

Homem é acusado do homicídio das filhas e da esposa grávida nos EUA

Reprodução
Chris Watts, a esposa Shanann Watts e as filhas Celeste e Bella Imagem: Reprodução

Da AFP

21/08/2018 19h01

Um homem de 33 anos foi acusado nos Estados Unidos pelo homicídio de sua esposa grávida e das duas filhas de três e quatro anos.

Chris Watts foi preso há cinco dias e nesta terça-feira (21) ouviu em um tribunal de Greeley, no Colorado, as três acusações de homicídio qualificado e duas de homicídio de criança menor de 12 anos, além de manipulação de corpos e interrupção ilegal da gravidez.

Veja também

"Sim, senhor", respondeu Watts ao juiz Marcelo Kopcow quando perguntado se entendia as acusações que lhe eram imputadas.

O acusado assegurou depois que foi sua esposa, Shanann Watts, de 34 anos, que na segunda-feira (13) passada estrangulou Celeste (3) e Bella (4), depois que ele disse que queria o divórcio. Em um ataque de ira, ao ver o que ela havia feito, ele a matou.

"Colocou os corpos no banco traseiro de sua caminhonete de trabalho e os levou ao terreno de uma empresa petroleira", segundo a sua declaração sob juramento.

Sua esposa, grávida de 15 semanas, foi encontrada em uma cova profunda, enquanto os corpos das crianças estavam em tanques próximos.

A Promotoria terá 63 dias para decidir se pedirá pena de morte para o acusado. Se não, Watts vai enfrentar a prisão perpétua se for condenado em qualquer uma das acusações de homicídio.

Watts, que vivia com a sua família em Frederick, uma pequena cidade 50 quilômetros ao norte de Denver, foi preso na semana passada, de acordo com documentos oficiais divulgados na terça-feira à noite.

Os papéis entregues no tribunal mostraram que o casal tinha problemas financeiros e se declarou em falência em 2015. Os investigadores disseram que, depois de negar, Watts admitiu que tinha um flerte com uma colega de trabalho.

Uma amiga havia deixado Shanann Watts em casa de madrugada, depois de uma viagem de trabalho ao Arizona. Foi quando o acusado falou da separação, o que começou, segundo a confissão, como "uma conversa civilizada", na qual "não estavam discutindo, mas sim muito emotivos".

Watts disse ter visto Bella "caída" na cama com um tom azulado e viu, por imagens de uma babá eletrônica, sua esposa estrangular Celeste.

Então, enfurecido, estrangulou a esposa.

Shanann foi dada com desaparecida após não comparecer a um compromisso médico na manhã seguinte, e Watts chegou a pedir na emissora de televisão local pelo retorno de sua família.

"Só espero que esteja em um lugar seguro", declarou na quarta-feira da semana passada, antes de sua prisão.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!