menu
Topo

Diversidade

Cuba debate nova Constituição que abre caminho para casamento gay

Alejandro Ernesto/EFE
Cubano exibe bandeira com as cores do movimento LGBT durante Marcha contra a Homofobia Imagem: Alejandro Ernesto/EFE

21/07/2018 16h16

A nova constituição que está sendo debatida neste fim de semana pelos legisladores cubanos pode trazer um caminho legal para o casamento entre pessoas do mesmo sexo, uma reivindicação da comunidade LGBT da ilha socialista.

O artigo 68 do documento definiria o casamento como a "união voluntária e consensual entre duas pessoas" sem especificar seu sexo biológico, informou o jornal oficial Granma neste sábado, informando sobre os debates da Assembleia Nacional sobre as mudanças propostas na lei de Cuba.

A atual constituição, datada de 1976, limita o casamento à "união voluntária de um homem e uma mulher". A mudança "abriria as portas para a legalização de casais homossexuais para toda a posteridade", escreveu Francisco Rodriguez, jornalista e conhecido ativista gay que também é membro do Partido Comunista, em seu blog.

A Assembleia Nacional votará a nova constituição, elaborada por uma comissão parlamentar indicada por Raul Castro e pelo presidente Miguel Diaz-Canel, entre este sábado e a próxima segunda-feira.

Depois, ela será submetida a um referendo popular para sua aprovação final. O documento também chamou a atenção para o reconhecimento do mercado livre e da propriedade privada, ao mesmo tempo em que estimula o investimento estrangeiro.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!