menu
Topo

Direitos da mulher

Kim Kardashian visita Casa Branca por reforma da justiça carcerária

Reprodução/Twitter
Kim Kardashian e Donald Trump discutiram a libertação de uma mulher de 62 anos condenada por tráfico de drogas Imagem: Reprodução/Twitter

da AFP, em Washington

31/05/2018 08h18

A estrela de reality show Kim Kardashian foi à Casa Branca nesta quarta-feira (30) para conversas sobre a "reforma carcerária", afirmaram funcionários da Presidência americana.

Kardashian ingressou na propriedade da avenida Pennsylvania 1600 vestindo terninho preto e scarpin amarelo, constatou um fotógrafo da AFP.

Veja também

Esperava-se que a voluptuosa estrela de TV de 37 anos se reunisse com o assessor Jared Kushner, que comandou os esforços hesitantes da Casa Branca pela reforma da justiça penal.

Não se soube se Kardashian se encontraria com seu colega de "reality", o presidente Donald Trump.

"Posso confirmar que ela estará aqui", disse a secretária de imprensa, Sarah Sanders. "Vamos mantê-los informados sobre qualquer reunião que ocorra e sobre como se desenvolveram".

Kardashian, conhecida por sua presença na televisão, pediu a libertação de Alice Marie Johnson, uma mulher de 62 anos que esteve presa durante mais de duas décadas por um crime não violento relacionado com as drogas.

A liberalização das sanções penais para este tipo de crime foi uma prioridade para o governo de Barack Obama, mas não conseguiu o apoio do Congresso.

O governo de seu sucessor, o republicano Donald Trump, optou pelo endurecimento de sanções penais.