menu
Topo

Violência contra a mulher

Cofundador da Guess é afastado após denúncia de assédio

Getty Images
Paul Marciano, cofundador da "Guess" acusado de assédio por Kate Upton Imagem: Getty Images

da AFP, em Los Angeles

21/02/2018 12h35

Paul Marciano, cofundador da gigante da moda Guess, renunciou a seu cargo na empresa logo após ser acusado de tocar os seios e beijar a força a modelo Kate Upton, segundo comunicado divulgado nesta terça-feira (20).

O franco-americano de 65 anos, presidente e diretor da empresa desde 2015, negou as alegações, mas o conselho administrativo da empresa solicitou uma investigação com um escritório de advogados externo.

Veja também

"O conselho administrativo e o senhor Marciano concordaram que o senhor Marciano deixe suas responsabilidades diárias na empresa, sem pagamento, até que se complete a investigação", afirmou a Guess em comunicado.

Marciano, que co-fundou a Guess em 1981, disse à companhia que estaria disponível para total cooperação.

Após o anúncio, as ações da Guess na bolsa caíram 3,8% em Wall Street.

Upton, que já foi o rosto da marca, acusou Marciano no Twitter antes de divulgar detalhes em uma entrevista com a revista Time.

As acusações surgem em meio à onda de escândalos sexuais em Hollywood, que deu vida ao movimento #MeToo e se estendendo agora à indústria da moda.

A modelo de 25 anos disse à Time que, depois de uma sessão de fotos de roupa íntima, em 2010, Marciano "agarrou meus seios com força e começou a senti-los, de fato brincando com eles".

Após empurrá-lo, Upton disse que Marciano continuo tocando-a de "forma dominante e agressiva" e que em algum momento "agarrou a parte de trás do meu pescoço para que eu não pudesse me mover e começou a beijar meu rosto e meu pescoço".

"No dia seguinte, me informaram que fui demitida. Alguém ligou para minha agência e disse que havia engordado e que não precisavam mais de mim no set", afirmou.

Upton está casada com o arremessador do Houston Astros Justin Verlander e é famosa por suas fotografias de biquíni na Sports Illustrated.