menu
Topo

Universa

Dries van Noten e Valentino: do esporte chique ao bom e velho glamour

04/10/2006 20h43

PARIS - As parcas e os tênis de Dries van Noten sugeriram nesta quarta-feira que o esporte chique pode ser um dos 'looks' chave do verão 2007, um dia depois do desfile esportivo de Jean Paul Gautier, enquanto a doce feminilidade reinou mais uma vez na coleção de Valentino.

Da cabeça aos pés, o estilista belga quer que as mulheres estejam confortáveis na primavera-verão 2007, afrouxando a silhueta, especialmente em vestidos de cortes arejados, mas mantendo um reinado estrito das proporções.

O tom da coleção foi o da praticidade, com silhueta nunca ajustada, esbanjando fluidez, como nas parcas e calças amplas com dobra frontal, algumas com listras esportivas laterais.

Mas não foi tudo.

O estilista deu um toque de brilho à sua coleção, tendo como pano de fundo a Escola de Belas Artes, com peças de cores brilhantes que cintilavam, tais como o colete cintilante multicolorido sobre uma simples camiseta cinza aparente.

Short largo e camiseta combinava com uma jaqueta do mesmo padrão ou top chique em lantejoulas pretas debaixo de um 'trench coat' prático usado com calças esportivas brancas.

Já Valentino apresentou sua proposta para o próximo verão como "uma nova visão de luxo sem esforço amadureceu". Sua coleção de quase 70 trajes certamente fez o luxo parecer algo espontâneo.

Começando o show de glamour com seu vermelho habitual, o estilista italiano apresentou uma silhueta fluida no vestido em georgette suavemente plissado e no casaco de lã com a parte de traz totalmente solta, como uma capa.

Os plissados, as aplicações de renda, os babados e as dobras formaram o 'look' diurno com um toque de charme, mas ganharam todo o seu esplendor em vestidos longos em matizes de marfim, amarelo, rosa pastel e, vermelho, é claro.

Mais uma vez o plissado foi usado para dar volume, enquanto as aplicações triangulares em renda foram adicionadas em um vestido provocante de cetim azul celeste, com estonteante corte em V e finas tiras que davam ao visual um efeito delicado e gracioso.

As camisas imaculadamente brancas e calças cigarrete de Karl Lagerfeld deram à sua vigorosa coleção um ar militar, às vezes, com quatro gravatas brancas de comprimentos diferentes, por ocasiões usadas juntas.

Os vestidos curtos deram uma mudança de ares, mas mantiveram o dinamismo, assim como o vestido branco cintilante plissado ou a bata de corte reto também branca com mangas balão.

O preto brilhante foi usado em cinturões ajustados, enquanto meias-calças rendadas com costura traseira suavisaram um contorno definido. Os detalhes pareciam quase suaves, com exceção da geometria na forma e na precisão.

Os 'skinny jeans' e os vestidos amplos mais longos completaram o 'look', que foi completado por cortes de cabelo angulares e longos rabos de cavalo, bem como uma maquiagem nos olhos com ar dos "sixties".

Na coleção de Sophia Kokosalaki, predominância de saias e vestidos sem manga adornados.

Na quinta-feira, Yves Saint Laurent, Celine, Emanuel Ungaro, Cacharel e Leonard apresentarão suas coleções de pret-à-porter para a primavera-verão 2007. A Semana da Moda de Paris se encerra no domingo.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa