Topo

Universa

Loja sueca de moda dispensa modelo Kate Moss por suposto uso de cocaína

Toby Melville/Reuters
A modelo Kate Moss Imagem: Toby Melville/Reuters

20/09/2005 10h01

LONDRES, 20 set (AFP) - A gigante sueca de roupas Hennes and Mauritz (H & M) anunciou nesta terça-feira que abriu mão de trabalhar com a britânica Kate Moss em sua próxima campanha publicitária depois da divulgação de fotos em um jornal inglês nas quais a modelo aparecia supostamente cheirando cocaína.

"Decidimos cancelar a campanha prevista com Kate Moss. Depois de examinar a situação, decidimos que uma campanha com Moss é incompatível com a política da H & M de dissociação das drogas", afirmou em Londres a porta-voz da empresa, Liv Asarnoj.

O jornal popular "Daily Mirror" publicou na quinta-feira da semana passada uma série de fotos que mostravam, segundo a publicação, Kate Moss, de 31 anos, que também representa as marcas Chanel, Christian Dior e Burberry, cheirando cocaína durante uma série de gravações do namorado, o cantor Pete Doherty, do grupo Babyshambles. Doherty havia sido expulso, justamente por causa das drogas, de seu grupo anterior, os Libertines. Leia também:|Jornal publica fotos de Kate Moss supostamente usando cocaína|http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u53457.shtml

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa