menu
Topo

Horóscopo


Maio de 2019: tempo de revisões sobre estruturas, governo e prioridades

Jeremy Thomas/Unsplash
Imagem: Jeremy Thomas/Unsplash

Barbara Abramo

Da Universa, em São Paulo

2019-05-01T00:00:00

01/05/2019 00h00

Não se engane com o ritmo mais calmo do início do mês -- maio não será suave. Logo nos primeiros dias, Mercúrio, o astro das palavras, arma duros aspectos com Saturno e Plutão, planetas de impacto e decisão, sinalizando discussões e desentendimentos. Com Mercúrio dissonante, podemos esperar uma troca de cortesias nas altas esferas. Aliás, Saturno e Plutão seguem retrógrados, assim como Júpiter, por todo o mês. Ou seja: é tempo de revisões sobre estruturas e prioridades. Grupos de poder econômico, representados por Plutão, também vão rever suas expectativas e propostas. A reforma da Previdência deve seguir no ritmo de revisão e lentidão que os planetas retrógrados indicam.

No dia 4, a Lua nova em Touro inaugura um novo ciclo astral e pede atenção para os recursos naturais. Ativando pontos importantes do mapa astral do Brasil, podemos esperar novidades sobre reformas educacionais. Mercúrio em Touro a partir do dia 6 acentua ainda mais essa pressão por mudanças na educação e, além disso, proporciona debates mais duros na mídia e nas redes sociais.

A segunda semana começa com a consciência de que é preciso abrir mão de prazeres imediatos em nome de algo mais estável e confiável no futuro. É a vez de Vênus ficar em desarmonia com Saturno e Plutão, trazendo o receio de perdas econômicas. Decisões pautadas pelo realismo poderão ser tomadas entre os dias 10 e 12. É quando a realidade fala mais alto, o que parece ser compreendido por políticos e governantes.

Com a Lua crescente em Leão, no dia 11, começa a fase mais animada do mês. Sol e Plutão em sintonia acertam estratégias entre poder e setores econômicos. Vênus e Marte inspiram as artes e melhoram as atividades na Bolsa de Valores. Além disso, o povo estará mais inquieto, esperando por decisões governamentais.

A segunda quinzena abre com Vênus em Touro. É uma boa notícia, já que traz mais senso prático e paciência para as negociações políticas, tão importantes no momento. No dia seguinte, Marte entra em Câncer, ativando os setores públicos por mais de um mês. Servidores e suas reivindicações podem ser o principal alvo de discussão nas Câmaras. Nos dias 16 e 17, Mercúrio e Saturno apontam a possibilidade de ajustes realistas. Acordos menos visíveis ao povo e menos noticiados pela mídia terão lugar entre os poderosos.

A Lua cheia em Escorpião, no dia 18, abre a temporada de mais movimento e debates. No dia 21, Sol e Mercúrio em Gêmeos prometem acordar as oposições do governo federal, atraindo a atenção por meio de conversas, reuniões, debates e notícias envolvendo alguns políticos. Viradas da sorte e eventos inesperados chegam entre os dias 21 e 23, com Marte e Urano em sintonia. Eles podem trazer notícias interessantes no campo científico e tecnológico.

Mais para o fim do mês, no dia 26, a Lua minguante em Peixes traz mais revisões. Mercúrio e Vênus em sintonia com Netuno favorecem as artes, mas também o engano da população sobre figuras políticas. A ideia é seduzir com promessas e imagens, mas isso não será plenamente concretizado. O mês termina com revelações sobre gastos públicos e debates sobre excessos. Vênus e Saturno encerram maio com a aceitação da realidade, que estará bem aquém de todos os sonhos.

Mais Horóscopo