Horóscopo

Céu de maio de 2017: momento delicado de provas e desafios ao governo

Getty Images
Imagem: Getty Images

Barbara Abramo

01/05/2017 00h00

Um suave sextil entre o realizador Sol em Touro e o fantasioso Netuno abre maio e prevê um mês ótimo para quem trabalha com as artes ou as ama. A crescente lunar em Leão, no mesmo dia 3 em que Mercúrio retoma movimento direto, traz ímpeto criativo e mais clareza de ideias. Pode ser uma ótima semana para que o espírito do bem comum prevaleça, inspirando generosidade e diálogo em toda a sociedade ou em setores mais duros e resistentes à troca construtiva.

Na virada para a segunda semana o foco se volta para grupos poderosos na economia e na política que, com Sol e Plutão em sintonia, reforçam suas estratégias e marcam pontos em votações e negociações na Câmara e no Senado. Contudo, Mercúrio e Urano trazem um elemento insólito e surpreendente que será a nota dissonante do período, com declarações ou notícias inquietantes vindo a público.

Como sempre ocorre, a Lua cheia em Escorpião traz a polarização entre interesses do Governo Federal e os dos governos estaduais, ainda mais ocorrendo em um signo sensível no país, geralmente ativo quando há grandes testes para o próprio Executivo. Mas no período que vai de 10 a 15 de maio, reúnem-se os aspectos astrológicos mais efetivos para ações de longo alcance, medidas e decisões importantes tanto na economia quanto na política nacional. Contatos harmoniosos com outros países devem fluir por volta de 12 a 13.

A partir da segunda quinzena, começa a vigorar o importante trígono entre Saturno e Urano, configurando a realização de mudanças inovadoras no campo cultural, científico e tecnológico que, em certa medida, devem reverter a favor do Brasil. No plano econômico, pode ser o momento certo de investir na modernização de setores estratégicos para as comunicações no país.

No campo político, pela posição dos astros, deve ocorrer uma acentuação do poder de setores conservadores e ligados à manutenção do poder; porém, vem também a pressão de interesses concretos e políticos imediatos de setores que sofrem com a crise.

Mercúrio, o astro que governa as comunicações, a educação e a medicina, entra em Touro no dia 16 e reforça movimentos ligados a estes setores. Além da movimentação, Mercúrio traz uma qualidade concretizadora e prática ao diálogo político, seja de oposição ou de situação. A teimosia pode ser uma constante nas posições, mas haverá consciência de que dialogar é urgente. Interesses estudantis, da mídia e dos setores ligados ao comércio podem ter seu momento de alta nos debates.

No dia 19 a Lua mingua em Aquário, favorecendo a reflexão sobre temas e interesses de ordem coletiva e geral. Com isso, o acento na convivência com o diferente pode ser decisivo para inspirar o diálogo produtivo entre setores da educação e da cultura. No dia seguinte, o Sol entra em Gêmeos e traz mais luz para a realidade das regiões do Brasil. Mais um reforço para um período do ano focado em cultura, arte e educação, ressaltando as diferenças que também são destaque na política. Especialmente após o dia 25 e com o Sol em Gêmeos, tem início uma das fases mais intensas do ano, de movimentação das oposições ao Governo Federal.

O último pedaço de maio vem no embalo da Lua nova em Gêmeos no dia 25, que ressalta as articulações contra o atual Governo Federal. É a hora das oposições dialogarem e tentarem encontrar uma plataforma de interesses comuns e, naturalmente, o esforço dos grupos envolvidos deve se mover nessa direção a partir da última semana de maio.

O mês se encerra com um cenário astral contraditório. Enquanto Vênus e Plutão contrapõem fortes interesses entre setores da economia, Mercúrio e Netuno inspiram diálogo, movimento e cultura. Entre 28 e 29 de maio, Marte e Saturno se opõem e apontam um momento delicado de provas e desafios ao Governo Federal. Finalmente, nos dois últimos dias do mês, Marte e Urano trazem surpresas na ciência e na tecnologia, enquanto a sintonia entre Mercúrio e Plutão anuncia o reforço entre forças econômicas e políticas que não querem perder o controle da situação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Horóscopo

Topo