menu
Topo

Conteúdo Publicitário

Existe corpo pronto para o verão?

Hysteria
Imagem: Hysteria

Produzido por Hysteria para Natura

05/10/2018 17h14

O problema está na cabeça, escreve Alexandra Gurgel, do canal Alexandrismos, lembrando que a estação vai passar, 'independentemente de você aproveitar ou não'.

Você já deixou de usar algum tipo de roupa por estar fora do padrão estético?

Por achar que não era pro seu corpo?

Você já deixou de ir à praia ou à piscina por vergonha?

Se você respondeu SIM pra alguma dessas perguntas, então este texto é pra você também.

Sabe quantas mulheres não vão à praia por causa do próprio corpo? Eu já fui uma dessas mulheres, por isso eu entendo. Como gostar do verão, de uma estação quente que faz com que todos mostrem mais seus corpos, quando eu só tentava esconder o meu?

Mas aí é que entra a questão: esconder o quê? Um corpo com estrias? Celulite? Barriga? Todo mundo tem isso! Nenhum corpo é igual ao outro e está tudo bem. Mas se está tudo bem, de onde vem essa insatisfação?

Desde a infância aprendemos o que, como, quando e de que maneira devemos pensar, agir, falar, expressar… Questionando os padrões e estudando muito, eu entendi que o que me prendia eram as amarras sociais, ou seja, eu fui moldada dentro de uma sociedade que espera de mim aparência, atitudes e decisões que não fujam da “normalidade”… E foi buscando não me adequar ao que acreditam como normal que eu me desconstruí e desconstruo a cada dia pensamentos de ódio contra meu corpo.

Pare pra pensar se você já deixou de fazer algo por conta dessas amarras… Será que isso começou a te impedir de viver? Se você deixou de fazer alguma coisa por causa disso, está na hora de mudar a chave. Você tem um corpo? Então você está pronta pro verão! Olhe pra você com mais carinho, com mais amor. Se permita ser feliz além da opinião dos outros. Pare de se comparar com outras mulheres. Nós nos comparamos muito com as outras porque vemos nelas algo que poderíamos ser ou ter. A comparação é a raiz da insatisfação, e você vai permanecer nesse estado constante de infelicidade sobre si mesma. E é isso que queremos pra nós? NÃO!

Hoje eu me considero uma mulher livre, tomei posse do meu corpo e eu amo tudo o que essa liberdade me proporciona.

No meu livro, Pare de se Odiar!, eu conto que tudo o que eu queria era esperar o corpo certo pra começar minha vida, assim como milhares de  mulheres que também acham que a vida só vai começar depois do corpo perfeito… Mas você só está esquecendo de levar uma coisa em consideração: seu corpo já é perfeito, mesmo com toda imperfeição, ele é seu, aceite seu corpo como ele é. Essa coisinha tão difícil de fazer tem nome: amor-próprio. É o sentimento de dignidade, estima e respeito que temos por nós mesmas.

O seu corpo é o corpo perfeito pra qualquer coisa! O melhor de estar de bem com o seu corpo é curtir as coisas sem se preocupar com a aparência, se está ruim, se está estranho, se pareço isso ou aquilo… Ir à praia sempre foi desconfortável e horrível pra mim, mas olha que coisa: tudo pode mudar! Depois que eu me aceitei e passei a fazer tudo, como qualquer pessoa faria, sem ligar se meu corpo seria um fator impeditivo, adivinha? Eu faço tudo, me divirto, e ganho ainda mais força pra enfrentar a sociedade.

Viva agora! Comece a se amar agora! Faça o que você achou que nunca seria possível. Vai ser difícil, mas você consegue.

A gente tem mais é que ter orgulho do nosso corpo, das nossas curvas, flacidez, celulite… Porque tudo isso é normal e tudo conta nossa história, nossas diferenças. É o que nos torna únicas! Quanto tempo você perdeu se escondendo? Passamos boa parte do tempo pensando em como evitar que outra pessoa nos julgue, mas a verdade é que elas estão com o mesmo medo que nós.

Você tem barriga? Gordurinha nas costas? Culote? Celulite? Ou, ao contrário, se acha magra demais? Nada disso te impede de ser feliz, de aproveitar o sol, de curtir com quem te ama, de viver! O que impede é a sua cabeça, por isso é preciso se libertar dessa necessidade de aprovação alheia. Hoje eu me considero uma mulher livre, tomei posse do meu corpo e eu amo tudo o que essa liberdade me proporciona. Todo corpo está pronto para o verão. Liberte-se também. É um caminho sem volta pra conquistar uma mente sã e uma vida mais feliz!

Mais um verão vai passar, independentemente de você aproveitar ou não. Mas esse você não vai perder, né? Nem eu. Te vejo na praia, meu amô!

Um beijo e um queijo com orégano em cima!

Vista sua pele. Viva seu Corpo
#vivomeucorpo
http://www.natura.com.br/viva-seu-corpo

Alexandra Gurgel, carioca, 29 anos, é a criadora do canal Alexandrismos, focado em body positive, feminismo, amor-próprio, autoestima, saúde mental e relacionamentos. Fora da da internet, dá palestras sobre empoderamento feminino e empoderamento do corpo, além de ser uma das sócias-criadoras da Toda Grandona, o primeiro hub body postive do Brasil.  Ela acaba de lançar seu primeiro livro, Pare de se odiar! (Record).

Este é um conteúdo de autoria de HYSTERIA, produzido para NATURA, e não faz parte do conteúdo jornalístico do UOL.